Sala de Aula Invertida

Olá Pessoal!!!

   … Vamos interagir?

Frase1 John Behrens

Algumas universidades, a exemplo o MIT e Harvard adotaram a estratégia da “sala de aula invertida” (ou flipped classroom) como forma de promover a aprendizagem ativa, baseada na pesquisa, com uso de jogos ou PBL.

 A ideia é desmistificar esse modelo atual de educação, em que os alunos vão para a escola a fim de receber o conhecimento do professor, sobrando pouco tempo para desenvolver atividades de pesquisa, tira dúvidas, ou até mesmo interação com a turma.

Na sala de aula invertida, o aluno tem acesso de maneira antecipada aos conteúdos que serão trabalhados, em seu geral, por vídeos aulas, e vão para a escola na intenção de aprofundar sobre os conteúdos, colaborar e interagir com os demais sujeitos do processo educativo.

Enfim…é um modelo interessante, e de início, talvez o professor possa eleger alguns assuntos específicos e testar a pertinência do flipped classroom com seus alunos.

Um pouco mais:

Aprendizagem Ativa no Ensino Superior: a proposta da sala de aula invertida

Autor: José Armando Valente
 

O Modelo Sala de Aula Invertida Aplicado em uma disciplina do Curso Técnico em Informática

Autores: Cristiano da S. Colombo at al

Salman Khan, o homem que inverteu a sala de aula

Sala de Aula Invertida (Flipped Classroom) – Infográfico

7 mitos sobre a Sala de Aula Invertida, desmitificados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *